Buscar
  • Danielle Fonseca

Para dias de quarentena, adubação laminar.

Quer cuidar de suas plantas porém não quer sair de casa?! Adubação caseira é uma ótima opção e combina com o período difícil que estamos passando, concorda?!

Sem maiores complicações vou lhe ensinar um processo laminar que funciona, contribui com o meio ambiente, faz o equilíbrio naturalmente e de quebra fecha ciclo de vida dos produtos orgânicos.

Demais né!?

Podemos cuidar com carinho das plantas com simples coisas de consumo do dia a dia. Nada SOBRA na natureza, não existe isso gente. Mesmo que estrague, o que para seu consumo não tem mais valia para a planta é luxo. O que você não consome, sua planta se “lambuza”!

Não tem uma receita padrão, basta juntar tudo aquilo que é de origem vegetal/orgânico, como: cascas de frutas, borra de café, cascas de legumes, talo de hortaliças, casca de ovos, espinha de uva e muito mais. A forma de armazenar essas sobras é simples e pode ser feita em qualquer recipiente, como por exemplo, um pote reciclado tipo vasilha de sorvete.

Então, vamos ao que interessa! Junte as sobras de qualquer coisa de origem vegetal/natural mais cascas de ovos e quando houver uma quantidade (considerável) bata tudo no liquidificador com o mínimo de água possível até obter uma consistência grossa, tipo vitamina de banana só que com muitas bananas (risos). Pronto! Viu, fácil assim!

Feito isso você pode jogar por cima da terra de suas plantas de vaso, jardineira ou até as que estão plantadas direto no solo. Depois de despejar o adubo na terra, faça uma rega abundante para que penetre e não fique parado na superfície. Por este motivo pede-se bater tudo com o mínimo de água possível!

Chamamos de laminar porque é um processo de lamina superficial, onde o adubo vai sendo absorvido de pouco a pouco pelo solo. A planta não come cascas de fruta ou flor seca, ela come os nutrientes como o nitrogênio, fósforo e potássio que surgem da decomposição que os bichinhos fazem. Sabendo disso, como acelerar este processo?! Colocando muita umidade e uma carga enorme de nutrientes para os bichinhos desenvolverem depressa, comerem depressa, absorverem e liberarem para o solo deixando a planta sugar tudo para ela.

Agora vamos as dicas:

Pode fazer este processo quantas vezes quiser; Aconselho 2 vezes por semana;

Coloque o mínimo de água possível porque depois irá caprichar na rega;

Não é preciso ter composteira e nem minhocário;

Para evitar bichinhos indesejáveis, como aquelas mosquinhas piticas de frutas, cubra com palha seca, cascas de pino ou algo similar a superfície depois de despejar o adubo na terra e regar abundantemente. Essa dica é mais aplicável as plantas de vaso;

A casca de ovos pode ser misturada com os demais elementos orgânicos ao tritura-los no liquidificador ou podem ser seca (naturalmente ou forno) e posta direto no solo;

Quanto mais cascas de ovos melhor porque é rica em cálcio;

Melhor evitar o armazenamento de produtos processados pois ele apesar de se decompor, também, pode atrair elementos indesejáveis como rato, barata, mosca varejeira;

O processo de higienização do liquidificador é simples, até porque você não está batendo nada podre, água e detergente. Sem muita frescura mesmo mas, para quem quiser uma medida de cloro ajuda;

Quer sugestão do que reservar?! As cascas em geral são ótimas: cebola, chuchu, cenoura, tomate, batata inglesa, baroa e doce, mamão, maçã, abacaxi. Grão como o de abobora e o que sobra daquele chá coado trazem riqueza de nutrientes.

Enfim, meus amores... o que não podemos é paralisar!


E ai, Gostou!?

Curte!

Comente!

Compartilhe com os amigos!


Pense verde, seja verde!

:')

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo